ACESSE A REDE XAMÂNICA ANCESTRAL:
Portal Xamanismo Ancestral | Xamanismo Quântico | Xamanismo Holográfico | Aldeia de Shiva | Ordem de Shiva | Aldeia de Shiva - Net | R'XA | Akaiê Sramana

Português English Español 
  Home
  Xamanismo Ancestral
  Fundador:
          Akaiê Sramana
  Aldeia de Shiva
  Ordem de Shiva
  Aldeia de Shiva - Net
  Agenda
  Artigos
  Cursos e Workshops
  Acampamentos Xamânicos
  Peregrinações Xamânicas
  Semanas Xamânicas
  Rituais Xamânicos
  Orações Xamânicas
  Depoimentos
  Livros recomendados
  TV Xamanismo Ancestral
  Videoteca
  Links
  Contato


Filtro de Sonhos (Objeto de Poder)



Figura do Cóndor



Figura do Cóndor



Figura do Cóndor
  Artigos

Título: A Visão do Cóndor

A Visão do Cóndor O Cóndor Andino é a maior ave do mundo, possui 1,33 cm de altura, 3,20 cm de envergadura, chega a quase 14 kg e vive entre 50 a 75 anos, é o símbolo e mestre dos Andes, está associado a todas as grandes culturas pré-colombianas, como Nasca, Chimú, Wari, Tiahuanaco, Mochica e Inca. O Cóndor foi considerado uma divindade por todas estas civilizações.

Para as tribos andinas, o cóndor também é uma ave sagrada, é conhecida como Kúntur entre os Quéchuas, Kunturi entre os Aymaras, Manque ou Alcaman entre os Mapuches ou Oyikil entre os Tehuelches.

Nas redondezas de Machu Picchu, próximo ao vilarejo de Águas Calientes, tive a oportunidade de conhecer um mestre xamã andino, "Cóndor Negro" é seu nome, ele pertence a uma ordem xamânica local, conhecida como "Orden del Cóndor de los Andes", uma sociedade secreta, que apenas poucas pessoas possuem a fortuna de serem iniciadas. Nesta ordem, tive a oportunidade de receber, através dos sagrados ensinamentos do mestre xamã Cóndor Negro, em conjunto com a sagrada bebida dos xamãs, a ayahuasca (conhecida como Vinho das Almas), a iniciação e o desenvolvimento da "Visão do Cóndor". A "Visão do Cóndor" trata-se de um processo de resgate da alma muito profundo, que dura vários dias, onde o iniciando, sob os efeitos da ayahuasca, recebe o espírito de um cóndor como animal guardião, passando assim, a receber os sagrados ensinamentos "De Lo Díos de Las Alturas", como é conhecido nos Andes.

A "Visão do Cóndor" é uma jornada xamânica profunda de resgate ancestral. A pessoa para alcançar tal visão, precisará primeiro passar pela experiência de se transformar verdadeiramente em um cóndor, assumir suas características, forma física, habitar moradas montanhosas, viver em ninhos rochosos, voar nas alturas, e o mais importante, alimentar-se de sua própria sombra, para então, se elevar a Hananpacha, que em quéchua significa "Mundo dos Espíritos".

O Vôo Sagrado do Cóndor Começamos pelo "Vôo Sagrado do Cóndor", a jornada xamânica que nos remete às primeiras experiências com o espírito do Cóndor, para depois de algum tempo e muito treinamento, alcançarmos a "Visão do Cóndor".

Na minha iniciação, em Machu Picchu, aprendi a ver meu mundo através dos olhos amarelados de um Cóndor Negro, foi nas velhas montanhas rochosas que recebi do mundo espiritual um animal alado e sagrado, guardião, o espírito de um Cóndor, que desde então, esta ao meu lado, todos os dias, todo o momento, eu aprendi a vê-lo, a sentir sua presença, com o tempo criamos uma amizade muito poderosa, forte, como a de um homem e um cão doméstico, mas mesmo assim, o Cóndor nunca se domestificará, continuará sendo sempre um alado selvagem, com uma importância e mestria muito profunda em minha vida.

O processo espiritual que o Cóndor nos encaminha, esta relacionado ao despertar do xamã, a sabedoria e a visão da direção leste. Voando nas asas do Cóndor poderemos nos alimentar de nossas negatividades, níveis energéticos mais densos, para então termos consciência do mundo de cima, o mundo dos espíritos. Para os xamãs andinos, o Cóndor apenas aparece para aquelas pessoas que realmente possuem o desejo latente de libertarem-se de suas sombras, para então visualizar a luz.

Cóndor Negro Para os Incas, existiam três níveis espirituais, o mundo de cima, conhecido como Hananpacha (o mundo dos espíritos), o mundo do meio, conhecido como Kaypacha (o mundo dos homens) e o mundo de baixo, conhecido como Ukupacha (o mundo dos mortos). Os Incas criaram então a trilogia andina, representada pelo Cóndor, Puma e Serpente, animais muito sagrados, e cada um destes animais trabalhavam como guardiães dos mundos supra citados, onde o Cóndor era o guardião do mundo de cima, o Puma do mundo do meio e a Serpente do mundo de baixo. No tempo dos Incas os homens viviam entre os três mundos e se relacionavam com eles através da trilogia totêmica, dos animais sagrados. Porém, com o tempo, o homem se isolou e perdeu a conexão com todos os mundos, inclusive com o seu próprio mundo. Dai então, vem o ensinamento da sociedade secreta "Orden del Cóndor de Los Andes", com uma proposta de resgate da alma, nos transmitindo a "Visão do Cóndor".

O Cóndor possui um papel fundamental neste processo andino de resgate da alma, incorporando significativamente sua visão em nossas vidas, em todos os campos de nosso cotidiano.

A proposta da "Visão do Cóndor" é de nos remeter ao mundo do meio como um Puma, percorrendo a Mãe-Terra como seres conscientes e corajosos, se alimentando de nossas sombras como a Serpente, a guardiã do mundo de baixo, para só então, levantarmos "O Vôo Sagrado do Cóndor", ampliando assim nossa visão acerca dos três mundos.

Cóndor Negro No Brasil, desenvolvemos a "Visão do Cóndor" na ALDEIA DE SHIVA, através de rituais xamânicos intensos e profundos, de consciência alterada, através da bebida sagrada dos xamãs, a ayahuasca, e uma vez por ano viajamos para Machu Picchu, Perú, em rumo a peregrinação de poder "A Busca da Visão do Cóndor".

A Sabedoria do Cóndor dos Andes não termina por aqui, ao menos por agora, sua "história" continuará ainda sendo escrita por muitos xamãs que um dia receberam os ensinamentos deste sagrado animal alado, mas dependerá demasiadamente de nossas atitudes no presente e no futuro, onde a proteção ao meio-ambiente será o início de uma grande mudança de consciência.

Para visualizar as datas dos rituais "O Vôo Sagrado do Cóndor", clique aqui.

Para obter informações da peregrinação, "A Busca da Visão do Cóndor" em Machu Picchu, Perú, clique aqui.

Receba sempre meus mais sinceros cumprimentos xamânicos em nome de todas as sagradas tradições,

Akaiê Sramana - Fundador Acharya da Sagrada Tradição Xamanismo Ancestral
Akaiê Sramana
Fundador Acharya da Sagrada Tradição Xamanismo Ancestral
Fundador da ALDEIA DE SHIVA - Centro Espiritualista Universal Xamânico Ancestral
Criador e Codificador de R'XA ® - Reiki Xamânico Ancestral


* Acesse o Website Oficial do Xamã Akaiê Sramana.

Retornar  retornar topo  Topo da página

Assinar Mala Direta

Mandala Sagrada - Ciclos da Vida  Mandala Sagrada - Pétalas de Lótus  Mandala Sagrada - Azul Harmonia  Mandala Sagrada - Yin e Yang  Mandala Sagrada - Amarelo Liberdade  Mandala Sagrada - Vermelho Força Física  Mandala Sagrada - Estrela da Alegria  Mandala Sagrada - Energia  Mandala Sagrada - Base Firme  Mandala Sagrada - Violeta Transmutação  Mandala Sagrada - Anjo Protetor  Mandala Sagrada - Sol e Lua  Mandala Sagrada - Atmosfera 
Quem é Akaiê | Agenda | Artigos | Xamanismo Ancestral | Cursos e Workshops | Livros recomendados
Aldeia de Shiva | Rituais Xamânicos | Orações Xamânicas | Depoimentos | Links | Contato
© Copyright 1998-2014. Akaiê Sramana. Todos os direitos reservados.